Réplicas de comida: uma verdadeira arte no Japão | vídeo

Vai um espaguete aí? :)

“Será que é de verdade?”. Os mostruários de comida no Japão são tão perfeitos que essa dúvida fica martelando na cabeça, principalmente quando ainda não estamos familiarizados com essa incrível criação japonesa. Sushi, massas, ovo frito, saladas, sopas, cerveja, sobremesas… acho que não tem prato ou bebida que não seja reproduzível nas mãos dos habilidosos artesãos japoneses.

E a perfeição dessas ovas de peixe, gente?

Todas essas peças são feitas manualmente (as de boa qualidade, ao menos) e, geralmente, custam bem mais caro que o próprio prato. Não é à toa… Acompanhando o trabalho de Mika Ogura, instrutora de réplicas de comida, vi o quão minucioso é o processo de criar um único mostruário – chamado em japonês de shokuhin sanpuru (amostra de produto/mercadoria).

A Mika, que também atua como guia, oferece workshops em Tóquio nos quais ensina como criar uma réplica. A atividade, que pode ser feita em inglês, é uma forma diferente de conhecer um pouco da cultura do país e, principalmente, de ver a importância que os japoneses dão aos trabalhos manuais. Se você ficou interessado, o workshop pode ser reservado Airbnb Experience (link ao final do post).

Passei uma tarde muito gostosa na companhia da Mika aprendendo sobre o seu trabalho e papeando sobre assuntos diversos. Depois de responder algumas perguntas, ela me fez um pedido: “sei que você terá que editar muito do que falei, mas, por favor, a única informação que faço questão que você deixe no seu vídeo é a razão pela qual eu ofereço esse workshop”. Se ela já tinha me conquistado pela sua gentileza e habilidade, sua postura me fez admirá-la ainda mais.

Quer conhecer as motivações do seu trabalho? Confere o vídeo!

A Mika é tão cuidadosa com as suas amostras que, para tirar o molde do espetinho de tsukune, tipo de almôndega de frango exibida no vídeo, ela foi até um lugarzinho de yakitori em Kamakura, a quase 50km de Tóquio, onde ela sabia que os espetinhos eram mais bonitos e bem feitos.

Outra coisa interessante que ela me contou é que as réplicas mais difíceis de serem executadas, na sua opinião, são aquelas que imitam algum ingrediente cru, como peixes ou folhas de salada. Copiar a textura e o brilho de um alimento em seu estado natural, sem deixar aquela cara de brinquedo de plástico, é uma tarefa que cabe aos artesãos mais habilidosos.

Workshop de réplicas de comida em Tóquio (em inglês)
Instrutora: Mika Ogura
Reserva: https://www.airbnb.com/experiences/35924

Produtora de conteúdo interessada em cultura e artes, juntei meu fascínio pelo país de origem dos meus avós com a minha paixão por compartilhar histórias para criar o Peach no Japão. Aqui vocês encontrarão devaneios sobre cultura japonesa, histórias de viagem e dicas que não estão nos guias 😉
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *