O que está por trás das melodias de estações de trem no Japão?

Estação de Yoyogi, em Tóquio (Foto: Keiichi Yasu / Creative Commons)

O Japão é definitivamente um país sonoro. Som de cigarras, gritos de corvos, sinalizadores que imitam passarinhos, barulho de cachoeira nas cabines de banheiro, os sinos da 5 horas da tarde, a música enlouquecedora da Bic Camera… Os sons são tão presentes no cotidiano que quando a gente sai do país, até sente falta dessa trilha sonora ambiente – menos do jingle da mega loja de eletrônicos, obrigada! 😛

E como a vida no país gira sobre os trilhos, é impossível não reparar nos alertas sonoros das estações de trem e de metrô. Nas plataformas, além dos avisos falados que anunciam a chegada dos veículos, ouvimos uma melodia para avisar que o trem está prestes a partir. Os mais desligados podem achar que se trata sempre da mesma melodia, mas não! Muitas estações têm sua música-tema, o que leva os train lovers a ir de estação em estação para ouvir ou gravar cada eki-melo (eki: estação, melo: melodia).

Olhem que bacana essa compilação de musiquinhas que tocam nas estações da linha Yamanote, uma das mais importantes de Tóquio. ATENÇÃO: contém doses elevadas de natsukashii (aquela nostalgia gostosa) para aqueles que já estiveram na metrópole 😉

Dá para ver que, com exceção do som de telefone de Ueno e Shin-Okubo (que eu tive o desprazer de ouvir por um ano), tratam-se de canções fofas, que gentilmente falam para o passageiro acelerar o passo se quiser embarcar. Isso é que é hospitalidade!

E uma curiosidade bacana é que às vezes a melodia é escolhida por remeter à história do bairro. Separei alguns exemplos em Tóquio.

Ebisu (vídeo acima – 2:27)

A estação do bairro que presta homenagem à cerveja japonesa homônima usa uma música que tocava nos comerciais da bebida, tomada emprestada da trilha do filme britânico “The Third Man” (1949).

Takadanobaba (0:40)

Foi nesse bairro pertinho de Shinjuku e fora do circuito turístico que o Astro Boy nasceu! Para celebrar o personagem do robô que voa, criado por Osamu Tezuka nos anos 50, a estação usa como melodia uma versão da música-tema do animê.

Kanda (da linha de metrô Ginza)

Esse tema é um dos meus preferidos. A música que inspira a melodia do trem de Kanda é da cantora Hibari Misora, um ícone do estilo Enka. Sua letra fala de um homem que cresceu no bairro – e seu ritmo dá aquela animação para correr para pegar o trem! Reparem que, dependendo do sentido do trem, a melodia muda. Sensacional!

 

Produtora de conteúdo interessada em cultura e artes, juntei meu fascínio pelo país de origem dos meus avós com a minha paixão por compartilhar histórias para criar o Peach no Japão. Aqui vocês encontrarão devaneios sobre cultura japonesa, histórias de viagem e dicas que não estão nos guias 😉
Compartilhe:

Comentários

comments

1 Comment

  1. Não imaginava que havia músicas assim nas estações. Achei super interessante essa forma que eles utilizam para notificar aqueles que querem embarcar. Algumas até que são legais rsrs… Mas essa da Shin-Okubo e Ueno, senhor, que irritante haha. Não deve mesmo ter sido fácil para você ouvi-las por um ano inteiro kkk.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *