O museu do século 21 e a piscina falsa de Kanazawa

A piscina falsa do argentino Leandro Erlich

Quando vi as fotos que meu amigo Rafael Brych fez na sua última viagem pelo Japão, confesso que fui tomada por uma invejinha – branca, ok? Além de seguir a minha dica de visitar Takayama, ele deu uma passada por Kanazawa APENAS para visitar o 21st Century Museum of Contemporary Art.

Olafur Eliasson e James Turrell: que duplinha hein <3

Obras de artistas como Anish Kapoor, Olafur Eliasson e James Turrell (que AMO desde que fui para Naoshima) podem ser apreciadas nesse pequeno, mas não menos impactante, museu da cidade que fica a cerca de 300km a noroeste de Tóquio, localizada na província de Ishikawa. Mas quem rouba todos os olhares é essa instalação do argentino Leandro Erlich:

A piscina falsa do argentino Leandro Erlich

A obra “The Swimming Pool” cria uma ilusão entre os visitantes

“The swimming pool” é uma piscina falsa, que confunde quem a vê do lado de fora e impressiona quem está dentro dela. O truque fica por conta de uma camada de água de cerca de 10cm de profundidade, próxima à borda, suspensa por um vidro transparente. Segundo o museu, a obra, além de trazer uma nova leitura às coisas que parecem óbvias, convida o público a interagir com o espaço e produz um sentido de conexão entre pessoas que se entreolham. Isso faz sentido, já que, sem a participação do público, a instalação não passa de uma piscina em contenção de água rs.

Segundo o Rafa, todo o museu pode ser percorrido em uma hora e meia e apresenta outras obras tão interessantes quanto a piscina ilusória. A própria estrutura do museu, aliás, é de babar. Projetado pelo SANAA, um dos escritórios japoneses de arquitetura de maior destaque no cenário mundial, a construção tem um formato circular e não tem nem frente, nem fundo, podendo ser explorada por todas as direções.

O museu sem fachada concebido pelo SANAA

Projeto lindo do SANAA (e as fotos do Rafael Brych ajudam!)

Um dos ambientes do 21st Century Museum of Contemporary Art

Para mais informações sobre como chegar em Kanazawa e outras atrações da cidade, entrem aqui.

Todas essas fotos maravilhosas são do Rafael Brych (muito obrigada, Rafa <3)

Produtora de conteúdo interessada em cultura e artes, juntei meu fascínio pelo país de origem dos meus avós com a minha paixão por compartilhar histórias para criar o Peach no Japão. Aqui vocês encontrarão devaneios sobre cultura japonesa, histórias de viagem e dicas que não estão nos guias 😉
Compartilhe:

Comentários

comments

2 Comments

  1. Jayson Kei Nakabayashi

    Piti que esse museu! Sera que ainda está a mostra? Gostaria mto de conhecer nihon,principalmente Ibaraki,cidade de origem do meu oditian! Nippon tem cada coisa bastante curiosa,a diversidade de culturas e tradições realmente eh uma coisa de outro mundo
    ! rsrs…Ahhh e é claro,omideto pelo seu blog esta realmente incrível!!!

    • Piti Koshimura

      Oi Jayson! Demais esse museu, né? Muitas obras, como a piscina, fazem parte da exposição permanente! Poxa, seria incrível se vc fosse à cidade do seu oditian. Tendo essa conexão pessoal, acho que a viagem se tornaria ainda mais especial! Obrigada por acompanhar o blog!:)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *