Veganic to Go: hambúrguer vegano em Tóquio

Hemp burger com avocado e minestrone com sementes de chia, do Veganic to Go

Num país onde se come muito porco, peixe, frango, vaca e inúmeros outros tipos de carne (sapo, tartaruga, cavalo, urso, golfinho, baleia…), pode parecer ser difícil ser vegetariano ou vegan.

Não sou vegetariana (confesso que adoro um peixinho), mas, como venho reduzindo o consumo de carne, resolvi pesquisar o que Tóquio oferece no quesito. No Happy Cow, achei a dica do Veganic to Go, um lugar bem simpático de hambúrgueres (prof. Pasquale mandou lembranças), que fica em Roppongi, um bairro mais ocidentalizado de Tóquio.

Como eu tenho uma obsessão por abacate, nem li direito o cardápio e logo pedi o Hemp Burger com Avocado.

Hemp? Sim, hemp! O burger é feito de sementes de cânhamo, que são super ricas em proteínas, ômega 3 e fibras. Diferente do que muita gente pode pensar, as sementes não têm propriedades psicoativas, então não dá barato, gente!

As hemp seeds viraram moda por entrarem na categoria de alimento funcional, como a soja, a linhaça, a aveia, etc. Mas, no Brasil, por causa da associação com outros usos da maconha, acho que seu consumo ainda é um tabu.

Para acompanhar, pedi a sopa do dia, que era um minestrone com sementes de chia.

Achei tudo bem gostoso, mas era muito difícil de comer o lanche com as mãos. Acabei apelando pro garfo e faca, que acabou tirando um pouco da graça de saborear um hambúrguer.

Só o lanche custava 980 ienes (uns 35 reais), o que está na média dos preços de hambúrgueres em Tóquio (tirando McDonald’s e outros fast food). Com a sopa, paguei uns 1400 ienes, que é um pouco caro se comparado com o que se gasta em outros restaurantes, na hora do almoço. É possível encontrar menus completos por 700 ou 800 ienes.

Mas, pelo bem dos animais, achei que valeu a pena! 🙂

O Veganic to Go tem cardápio em inglês e fica pertinho do complexo Tokyo Midtown, em Roppongi. A localização certinha você encontra aqui.

 

 

Produtora de conteúdo interessada em cultura e artes, juntei meu fascínio pelo país de origem dos meus avós com a minha paixão por compartilhar histórias para criar o Peach no Japão. Aqui vocês encontrarão devaneios sobre cultura japonesa, histórias de viagem e dicas que não estão nos guias 😉
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *